quinta, 19 de julho de 2018

Tribunal julga recurso contra prefeito de Aquidauana

26 OUT 2009Por 23h:00
     

        Maria Matheus

         

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julga amanhã recurso interposto pela coligação "Aquidauana com a Força do Povo" contra expedição de diploma do prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) e de seu vice, Vanildo Neves Barbosa (PSDB). Conforme os adversários de Fauzi nas eleições do ano passado, Vanildo não poderia ser candidato porque teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em 2002, quando era presidente da Câmara de vereadores de Aquidauna. Além disso, foi condenado por participação em assalto a supermercado em Campinas (SP).

        Em 2005, o TCE multou Vanildo em 100 UFERMS (R$ 1,3 mil) por irregularidades em pagamentos efetuados quando ele presidia o legislativo e determinou a devolução aos cofres públicos do dinheiro utilizado indevidamente. Foram detectados quatro problemas: R$ 5,1 mil referentes à diferença entre o valor das diárias concedidas e o valor comprovados nos autos; R$ 17 mil referentes a diárias concedidas durante recesso dos vereadores; R$ 12.746,00 referentes à antecipação de subsídios dos vereadores sem a devida comprovação da dedução na folha de pagamentos e R$ 121.416,18 referentes à diferença entre o valor empenhado e a folha de pagamentos dos vereadores e demais servidores. Em 2007, o pleno do TCE deu provimento parcial ao recurso interposto por Vanildo e reduziu a multa para 80 UFERMS.

Leia Também