Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Três funcionários da Funai continuam reféns

21 MAI 2008Por 15h:50
     

 

 

Índios Terena e Guarani mantém reféns três funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai) desde às 11 horas de ontem (20) na cidade de Avaí, no interior paulista.


        

Os índios pedem a permanência da sede da Funai em Bauru e a nomeação de um indígena para a direção. Segundo os indígenas, a fundação determinou que a sede da instituição seja transferida para Itanhaém, no litoral sul do estado.


        

No final da manhã de hoje (21), a Polícia Federal tentou interceder e negociar para que os índios soltassem os reféns, mas não houve sucesso. Entre os reféns está o chefe administrativo do escritório, Arnor Gomes de Oliveira; o diretor de meio ambiente, Mário de Camilo; e o chefe de posto indígena da reserva de Araribá, Edemilson Sebastião.


        Com informações Agência Brasil

Leia Também