Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

Três bandas em maratona de rock

27 MAR 2010Por 04h:22
Noite roqueira em clima de ensaio geral no Barfly, hoje, às 23h. Explicação: duas bandas participantes estão em fase de gravação. Jennifer Magnética finaliza o novo CD e a Dimitri Pellz prepara-se para registrar mais um material inédito de estúdio, que originará o terceiro disco. No caso da segunda, os dois CDs anteriores não foram lançados oficialmente pela banda. A terceira formação a ser incluída na maratona é o Bando do Velho Jack, que fornece às outras participantes o produtor de seus futuros lançamentos. O tecladista do Bando, Alex Cavalheri, é o responsável pela direção musical dos trabalhos. No caso específico da Dimitri, a situação é bem complexa. Mesmo com dois discos gravados, ainda não foi feito nenhum lançamento. A intenção inicial da formação era disponibilizar as duas primeiras gravações por meio de recursos do Fundo de Investimentos Culturais do Estado (FIC). Mesmo contemplada no ano passado, a banda teve que devolver R$ 13 mil, provenientes do fundo, em consequência do atraso no cronograma de produção. “Perdemos o prazo para movimentação do dinheiro, que tem período certo. Já devolvemos todo o valor recebido”, explica Jean Albernaz, baterista da Dimitri. Agora, a banda tentará lançar o material com recursos próprios. A pré-produção do novo CD acontecerá na próxima semana e os registros devem ser feitos na sequência. A previsão de lançamento é maio. O primeiro CD foi gravado com produção de Márcio Júnior, integrante da banda goiana Mechanics. O segundo, contou com o músico gaúcho Astronauta Pinguim. “Os dois trabalharam com a gente sem nunca terem visto nossas apresentações. Com relação ao ‘Fralda’, isso não acontece, ele acompanha nossa trajetória, praticamente, desde o início. Nas gravações que fizemos com outros produtores, faltou a sonoridade dos shows. No caso da produção do Astronauta Pinguim, superproduzimos, utilizamos todos os recursos de estúdio que podíamos”, avalia Jean. Mudanças A Dimitri passou por mudanças em 2009. O antigo guitarrista Luiz Kraniec saiu, sendo substituído por Tiago Ferreira. A troca trouxe alteração no som da banda que, segundo Jean, aposta em sonoridades diversas dentro do rock. O primeiro álbum da Dimitri tem como título o nome da formação; o segundo, foi batizado “Agitatsi propaganda” e o terceiro ainda não tem nome definido. Para os próximos meses estão previstas apresentações em Goiânia, Brasília e Cuiabá. Outro projeto é uma excursão pela Argentina, ciceroneada pela banda argentina Falso Conejo, que tocou em Campo Grande recentemente. Ingressso: R$ 10. O Barfly localiza- se na Rua José Eduardo Rolin, 201, próximo à Anhanguera/ Uniderp.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também