Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

BRASIL E BOLÍVIA

Treino para barrar aviões suspeitos

25 JUL 2012Por CAPITAL DO PANTANAL14h:55

Brasil e Bolívia treinam juntos, na área de fronteira entre os dois países, procedimentos para combater o tráfego de aeronaves supostamente envolvidas em atividades ilícitas. A segunda edição do exercício operacional entre as respectivas Forças Aéreas, denominada BOLBRA II, que teve início no dia 22 e vai até 27 de julho, integra o “Acordo de Cooperação Mútua entre o Governo da República do Brasil e o Estado Plurinacional da Bolívia para combater o Tráfego de Aeronaves Envolvidas com Atividades Ilícitas Transnacionais”, firmado em 2005, na cidade de La Paz.

Durante os cinco dias de exercício conjunto, estarão atuando lado a lado aeronaves Cessna C210, Pilatus PC-7 e Krarakorum K-8, da Força Aérea Boliviana (FAB), e aeronaves A-29 Super Tucano, E-99 e C-98 e C-97, da Força Aérea Brasileira. As missões da BOLBRA II serão realizadas no espaço aéreo da região de fronteira ente o Brasil e a Bolívia. A sede brasileira do exercício será a Base Aérea de Campo Grande (BACG), localizada na capital do Estado do Mato Grosso do Sul. A base boliviana fica na cidade de Puerto Suárez, cidade que fica na fronteira com o Brasil, próximo à cidade de Corumbá.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também