Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Campeonato Mundial no Japão

Treinador quer que seleção não desperdice outra chance

14 NOV 2010Por Tóquio, Japão 02h:15

Quatro anos atrás, Brasil e Rússia decidiram o Campeonato Mundial no Japão. A partida foi equilibradíssima, mas as brasileiras vacilaram no tie-break e a taça ficou com as rivais. Ainda no comando da seleção, o técnico José Roberto Guimarães não quer desperdiçar outra oportunidade de garantir o inédito título.

"Depois de quatro anos, temos uma nova chance. Agora, temos que ganhar. Será um jogo muito difícil. A Rússia é uma excelente equipe e conta com três grandes jogadoras: Gamova, Sokolova e Kosheleva. A Sokolova está segurando o time russo no passe. Cresceu muito fisicamente. Está sendo muito exigida no ataque e no passe e está correspondendo. Será uma partida bastante complicada, mas trabalhamos muito durante o ano todo", comentou o treinador.

Após passar pela semifinal contra o Japão, equipe rápida e que joga com bolas baixas, o Brasil terá pela frente um time completamente diferente na decisão.

"O jogo contra a Rússia será totalmente diferente. Com as russas, o jogo é mais frio, cadenciado, com bolas altas. Ao contrário do estilo do Japão, é um jogo mais de bloqueio do que de defesa. Será uma partida muito difícil. As duas equipes estão invictas. Mas estamos confiantes e vamos lutar até o último momento", comentou a ponteira Natália, a caçula da seleção, com 21 anos.

Leia Também