Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Treinador holandês acredita em jogo difícil hoje à tarde

6 JUL 10 - 07h:33
Johannesburgo, África do Sul

O técnico da Holanda, Bert van Marwijk, pregou respeito ao Uruguai, adversário de sua equipe nas semifinais da Copa do Mundo, afirmando que a ‘Celeste Olímpica’ fez por merecer uma vaga entre as quatro melhores.
“Vimos muito o Uruguai, e eu conheço alguns de seus jogadores. Será um cruzamento muito perigoso. É o que eu disse em meu primeiro dia como treinador da seleção, há dois anos: o que importa é o próximo jogo. Precisamos nos focar no Uruguai e não é fácil. Os uruguaios não alcançaram a semifinal apenas por terem um rosto bonito”, declarou ao site oficial da Fifa.
Van Marwijk se mostrou preocupado com um possível excesso de confiança por parte dos atletas. “É só lembrar do que aconteceu há dois anos na Eurocopa. Vencemos a Itália e a França e todo mundo pensou que seríamos campeões. Mas nem sequer sobrevivemos às quartas de final porque pensamos que já tínhamos chegado ao topo”, recordou.
No entanto, o técnico tem plena confiança em sua equipe e acredita que podem construir um final diferente do de 2008. “Tenho muita fé em meus jogadores e em tudo mais, ou seja, em toda a nossa organização e na maneira como trabalhamos. Mas no final pode ser que a atitude mental em um determinado momento decida o jogo”, afirmou.
O treinador holandês ressaltou ainda que é vital que seus jogadores virem a página da vitória contra o Brasil. “Foi uma partida na qual tivemos de dar o nosso máximo. Agora somos uma equipe muito estável, que pode aproveitar a boa organização e paciência que tem. Nos 20 primeiros minutos, não éramos nós, e nesse período poderíamos ter perdido facilmente o jogo”.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ITÁLIA

Motorista sequestra e ateia fogo em ônibus lotado de crianças

Ato foi aparente protesto contra afogamentos de migrantes
Obras na Consul Assaf e Bandeirantes devem sair do papel com convênio de R$ 169 milhões
JUNTOS POR CAMPO GRANDE II

Obras na Consul Assaf e Bandeirantes devem sair do papel com convênio de R$ 169 milhões

Clientes que não receberam materiais da Bigolin devem recorrer à justiça
FALIDA

Clientes que não receberam materiais da Bigolin devem recorrer à justiça

Prefeito e governador saem em defesa das obras do Reviva
CRÍTICAS

Prefeito e governador saem em defesa das obras do Reviva

Mais Lidas