Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Treinador de Anderson Silva evita críticas e admite novas provocações

28 DEZ 13 - 13h:15terra

Guarda baixa, mão na cintura, sorrisos, gritos e dancinhas. Tudo isso fez parte da estratégia que Anderson Silva usou para provocar e irritar Chris Weidman no dia 6 de julho. Não deu certo, o brasileiro foi nocauteado e por isso a ousadia irritou também o público brasileiro e os técnicos. Um deles, Césario Bezerra, chegou a disparar críticas contra o lutador na época.

Agora, porém, a postura dele mudou. Perto da revanche, as críticas sumiram do discurso de Cesário. Ele hesita, mas admite que o ex-campeão pode até fazer as provocações novamente.

Treinador de boxe, Cesário Bezerra foi o único membro da equipe de Anderson Silva que o criticou publicamente. Criou polêmica ao dizer que o peso médio perdeu o foco e exagerou na provocação. Além disso, afirmou que não queria ver o aluno repetindo a atitude no octógono.
Agora, porém, Cesário mostra muito cuidado com as palavras. "Não posso te falar muita coisa, a luta ainda nem aconteceu", avisou ele, antes das primeiras perguntas da entrevista exclusiva ao Terra. Ao respondê-las, esbanjou cautela para fazer poucas revelações e não criticar o pupilo.

"O Anderson não perdeu por falta de treino. Perdeu por erro de distância, de cálculo errado. E o Chris também tem méritos. Aproveitou bem a chance e mereceu ganhar", afirmou, afiado com as frases que o próprio Anderson tem soltado ao analisar a derrota: "às vezes você tem bons dias de trabalho, às vezes tem dias ruins. Na minha última luta, tive um dia ruim", afirmou recentemente, reforçando que o nocaute foi "normal".

O discurso só não estava pronto quando ele foi perguntado sobre as provocações de Anderson Silva. Questionado se o brasileiro fará tudo mais uma vez, o treinador ficou em dúvida: "não, acredito que... (hesitou). Ele sempre lutou assim, provocando e estava dando certo. Na verdade é o estilo dele, tem isso desde muito tempo. Mas tem hora que não dá certo e por isso deu no que deu. Ele pode fazer de novo e não dar certo. Agora é só ter mais cuidado", recomendou.

Mas à parte isso, Cesário é só confiança: elogiou as mudanças que Anderson fez na preparação e arriscou um palpite diversas vezes durante a entrevista: "agora está tudo certo e acho que essa luta não passa do segundo round. O Anderson ganha por nocaute", palpitou, sem qualquer chance de mudar o discurso dessa vez. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mandetta não garante recursos federais <br>para combater epidemia na Capital
AGENDA EM CAMPO GRANDE

Mandetta não garante recursos federais para combater epidemia na Capital

Tragédia

Chega a 417 número de mortes em Moçambique após ciclone

POLÍTICA

Maia diz que vai se empenhar em favor da reforma da Previdência

Presidente da Câmara sugere que deputados sejam ouvidos pelo Planalto
Moradores prestigiam inauguração de academia ao ar livre no Cidade Jardim
VIDA SAUDÁVEL

Academia ao ar livre é inaugurada no Cidade Jardim

Mais Lidas