Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

POSE EM LONDRES

TRE define se haverá eleição em Bonito; prefeito pode ser cassado

10 MAR 14 - 08h:00DA REDAÇÃO

Não é só o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, do PP, que corre o risco de perder o mandato nesta semana. O da cidade de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito, conhecido como Leleco, do PTdoB, e seu vice, Josmail Rodrigues, que hoje administram a cidade graças a uma liminar [ordem judicial provisória] também estão com a corda no pescoço, segundo reportagem de hoje (10) no jornal Correio do Estado.

Às 17h desta segunda-feira, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) julga o recurso proposto por Leleco e o vice, suspeitos de compra de votos na eleição suplementar de março passado. Por conta desta denúncia, os dois ficaram afastados entre os dias 17 e 21 de outubro do ano passado. Se a corte eleitoral definir pela cassação, os cerca de 15 mil votantes da cidade devem retornar às urnas pela terceira vez, desde a eleição de 2012.

Há, também, uma sindicância que envolve servidores do cartório. Na noite anterior à eleição extra, a polícia prendeu um cabo eleitoral do prefeito com R$ 1,5 mil e uma agenda com anotações suspeitas. Ocorre que o material, que seria de Néia Prado, mulher de Leleco, foi levado para o cartório eleitoral e lá sumiu. Pela sindicância, levanta-se suspeita contra um servidor da prefeitura que presta serviço ao cartório. A agenda desapareceu desde que Néia (foto ao lado, tirada em 2013, em Londres), foi ao cartório, quatro dias depois da eleição.

A matéria é de Celso Bejarano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Sérgio Moro visitou Bolsonaro no hospital neste domingo

EM REPOUSO

Bolsonaro lista no Twitter medidas do governo dos últimos dias

Presidente recebeu no domingo visita do ministro Sergio Moro
SAÚDE

Número de cirurgias bariátricas aumenta 84,73% em sete anos

Estimativa é 13,6 milhões de brasileiros precisem do procedimento
Leilão de itens apreendidos tem produtos a partir de R$ 20
MIL LOTES

Leilão de itens apreendidos tem produtos a partir de R$ 20

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião