Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Trânsito da Capital terá mais 7 radares e lombadas eletrônicas

16 AGO 10 - 06h:39
Vânya Santos

Pelo menos mais sete redutores de velocidade serão instalados em Campo Grande, já nos próximos seis meses, de acordo com o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Rudel Espíndola Trindade Junior. A previsão é que os equipamentos sejam instalados a partir de 30 dias, após homologação da licitação para aquisição de lombadas eletrônicas e radares.
Segundo Rudel Espíndola, nos próximos 90 dias serão instalados radares na Avenida Mascarenhas de Moraes, próximo ao Terminal Nova Bahia, e em dois pontos da Avenida Marechal Deodoro, sendo um próximo ao Terminal Aero Rancho e outro perto do Hospital Regional Rosa Pedrossian. “Esses pontos são mais urgentes e se tudo correr bem no processo de licitação os equipamentos serão instalados em três meses”, garantiu.
Com previsão pouco mais estendida, de seis meses, está programada a instalação de radar na Avenida Duque de Caxias, próximo ao Comando Militar do Oeste; na Avenida Gury Marques, na entrada para o Bairro Moreninha; e também na Avenida Cônsul Assaf Trad, no início do sentido centro/bairro, região da saída para Cuiabá. Já a lombada eletrônica será instalada na Avenida Manoel da Costa Lima, próximo ao Centro de Convivência do Idoso, no Bairro Piratininga.
Conforme o diretor-presidente, estes locais são considerados perigosos e neles ocorrem constantes acidentes, por isso, precisam de redutores de velocidade para garantir a segurança de quem trafega pelo local.

Licitação
Desde o ano passado está em curso o processo de licitação para contratação de uma empresa responsável pela instalação de novos redutores de velocidade em Campo Grande. A demora na conclusão da licitação fez com que a prefeitura estendesse o contrato com a Perkons Equipamentos Eletrônicos Ltda, de Curitiba (PR), atual responsável pela manutenção dos equipamentos, até novembro deste ano.
Rudel Espíndola explicou que o processo é para aquisição de 70 lombadas eletrônicas e 30 radares, sendo que 82 já estão instalados na Capital. “A empresa que vencer substitui os equipamentos já instalados ou atualiza o sistema dos redutores, no caso de a vencedora ser a atual contratada”, explicou.
Ainda conforme o diretor-presidente, além da garantia de renovação dos redutores, a Agetran poderá determinar 18 novos pontos para instalação de lombadas ou radares. Ele explicou que o processo está em fase final porque empresas interessadas apresentaram orçamento, documentação e agora uma comissão de compras está testando os equipamentos apresentados pelas concorrentes.
Ao todo, 16 empresas retiraram o edital, mas apenas quatro participam do certame, sendo Perkons, Splice, Kopp e Consladel Consultoria. A contratação da empresa que será responsável pela instalação e manutenção dos redutores de velocidade está orçada em R$ 400 mil mensais.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após cassação, Miranda terá nova eleição para prefeito em outubro
ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Miranda terá nova eleição para prefeito em outubro

Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro
CAMPANHA

Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro

Processo seletivo do Senar tem 10 vagas e salário de R$ 6,5 mil
OPORTUNIDADE

Senar abre seleção com 10 vagas e salário de R$ 6,5 mil

PRF apreende cocaína escondida no pneu de caminhão
TRÁFICO DE DROGAS

PRF apreende cocaína escondida no pneu de caminhão

Mais Lidas