Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Transferências Constitucionais tiveram crescimento de 24% em MS

6 NOV 2010Por ADRIANA MOLINA10h:14

Os repasses Constitucionais à Mato Grosso do Sul cresceram 24% em outubro, segundo relatório de prestação de contas do Tesouro Nacional. O montante destinado ao Estado saltou de R$ 94,4 milhões em setembro, para R$ 117,1 milhões no mês seguinte.

O valor é o maior da série histórica do Tesouro, computada desde 1997. Valor semelhante só foi repassado em junho de 2009, quando foram destinados à MS, R$ 116,4 milhões. Em 2010, o maior repasse anterior ao de outubro foi feito em abril, no valor de R$ 104,4 milhões.

Altas

As Transferências Constitucionais à Mato Grosso do Sul em outubro atingiram os R$ 117,1 milhões graças a incrementos no Fundo de Participação dos Municípios (FPE); Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb); Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico – Combustíveis (Cide); e, no Fundo de Apoio às Exportações (FEX).

O FPE passou de R$ 36,8 milhões em setembro para R$ 39,6 milhões em outubro. Já o Fundeb saltou de R$ 46,8 milhões para R$ 50,7 milhões; o Cide não havia feito nenhum repasse em setembro e, no mês seguinte transferiu R$ 8,6 milhões ao Estado; e, o FEX dobrou no período, saindo de R$ 7,1 milhões para R$ 14,3 milhões.

Leia Também