Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Traficante Nem da Rocinha é absolvido da acusação de lavagem de dinheiro

6 SET 2012Por ig20h:00

A Justiça do Rio de Janeiro absolveu na última quarta-feira (5) o traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, da acusação do crime de lavagem de dinheiro. Ele era réu em um processo que tramitava na 29ª Vara Criminal da Capital.

Segundo denúncia do Ministério Público Estadual, Nem foi acusado de lavar o dinheiro obtido no tráfico de drogas em empresas que estavam em nomes de supostos "laranjas", na compra de um carro para a sua namorada, Danúbia de Souza Rangel , e em uma residência de "alto padrão aquisitivo", ou seja, composta por móveis e demais objetos caros.

Nem está preso desde novembro no presídio de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A polícia investiga se ele ainda controlaria o tráfico na favela da Rocinha, na zona sul carioca.

É a segunda vez, em pouco mais de um mês, que Nem é absolvido em um processo criminal. No final de julho, o traficante fora inocentado na ação em que era acusado de oferecer dinheiro a PMs do Batalhão de Choque na ocasião em que foi preso fugindo da Rocinha. Ele ainda responde a outros processos por tráfico de drogas e sequestro.

Investigações

De acordo com as investigações, o dinheiro do tráfico teria sido usado na abertura de duas empresas, uma de acessórios para veículos e outra de comércio de gelo, que estavam em nome de Vanderlan Barros de Oliveira, o Feijão , que foi assassinado este ano. Feijão era apontado como uma espécie de "tesoureiro" de Nem.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também