Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Traficante foge e abandona quase uma tonelada de droga na MS-147

26 AGO 10 - 21h:04
Fábio Dorta, Dourados

A Polícia Militar de Juti, cidade a cerca de 70 km de Dourados, apreendeu na noite de anteontem, por volta das 23h30min, na rodovia MS-147, que liga ao município de Vicentina, quase uma tonelada de maconha. A droga estava em uma caminhonete. O motorista abandonou o veículo e conseguiu fugir, embrenhando-se no mato.
De acordo com nota divulgada pela PM, uma guarnição fazia rondas pela localidade, quando avistou uma caminhonete Chevrolet Montana, vermelha, ano 2003, com placa de Santa Catarina, e que estava com a carroceria cheia. Os policiais mandaram o motorista parar o veículo, mas ele não obedeceu e fugiu em alta velocidade em direção à MS-147.
Foi iniciada uma perseguição e, nas proximidades da Fazenda Aimoré, o motorista abandonou o veículo e aproveitando-se da escuridão fugiu correndo para uma área de mata fechada. Ao vistoriarem a caminhonete os policiais encontraram a droga que estava escondida na cabina atrás dos bancos e na carroceria, coberta por uma lona.
O veículo e a droga foram levados para a Polícia Civil, onde a droga foi pesada, totalizando 917 quilos. O produto estava distribuído em 982 tabletes. No porta-luvas foram encontrados os documentos da Montana. A partir da documentação a polícia vai tentar localizar o proprietário do entorpecente.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MS tem 91 imóveis confiscados do tráfico para serem vendidos
GUERRA AO CRIME

MS tem 91 imóveis confiscados do tráfico para serem vendidos

Presidente do Ceasa é sepultado nesta sexta-feira
DA REDAÇÃO

Presidente do Ceasa é sepultado nesta sexta-feira

Polícias estaduais apreendem cerca de uma tonelada de maconha por dia em MS
GUERRA AO CRIME

Polícia apreendeu cerca de 1 t de maconha por dia em MS

Programa da Fátima pode não ser melhor ou pior que os outros. É diferente
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Programa da Fátima pode não ser melhor ou pior que os outros. É diferente

Mais Lidas