sábado, 21 de julho de 2018

morte

Traficante é executado e tem corpo retalhado

28 NOV 2010Por EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ00h:10

O piloto de avião e suposto traficante e membro da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Pedro Pablo Quevedo Medina, que atendia pelo apelido de “Peter”, foi torturado e morto no final da tarde sexta-feira em Pedro Juan Caballero. Ele foi decapitado e teve o corpo retalhado e colocado em dois sacos e depois abandonado na carroceria de uma caminhonete.

Conforme as informações policiais, o corpo de “Peter” foi localizado por volta das 17h30min, na região de Potrero Sul, zona rural de Pedro Juan Caballero, município paraguaio situado na divisa com Ponta Porã. Ele estava na carroceria de uma caminhonete Toyota Hilux, com placas BCZ-685, do Paraguai, veículo registrado no nome de Patrícia Cáceres de Paredes.

Conforme a Polícia Nacional, “Peter” foi executado com tiros de arma de grosso calibre e depois decapitado e seu corpo apresentava sinais de tortura. A cabeça e os braços foram cortados e colocados em um saco plástico. O restante estava em outra embalagem na carroceria da caminhonete.

Os investigadores que estão cuidando do caso informaram que existia a suspeita de ele ser membro do PCC na fronteira. Também foi apontado como um dos autores intelectuais do atentado contra o senador paraguaio Robert Acevedo, ocorrido no mês de abril deste ano.

Leia Também