Traduza arquivos direto na internet

Traduza arquivos direto na internet
26/05/2010 20:23 -


A Google Translate API é um código aberto, que pode ser usado em vários projetos de tradução. Dessa forma, muitos desenvolvedores utilizam a boa tradução do Google para criar sites que ajudem você a traduzir qualquer texto sem ficar perdido pela Torre de Babel que são os idiomas na atualidade, principalmente na web.

O Doc Translator segue a mesma linha, uma vez que utiliza o Google Translate como ferramenta de tradução do site. Porém, ele dá um passo além em relação a outros sites, pois trabalha com o arquivo como um todo.
Entre os bons tradutores, um que se destaca certamente é o Google Translate, por conseguir, da melhor forma possível, manter o sentido do texto original para o texto traduzido.

Isso quer dizer que com o Doc Translator você não precisa copiar pedaços de texto de um arquivo, colá-lo no site e depois passar a tradução novamente para o arquivo, agora no formato apropriado.
O programa funciona para arquivos do Word (DOC, DOCX e XML), Powerpoint (PPT e PPTX) e Excel (XLS e XLSX).
O Doc Translator realmente é um serviço online sem instalação, que pode ser acessado em http://onlinedoctranslator.com/translator.html. No entanto, como utiliza applet juntamente com o Java, você deve aguardar alguns minutos para usar o programa na internet. Ao surgir a janela, clique em Run para instalar.

Depois, basta escolher o tipo de arquivo que pretende traduzir. Ao clicar, uma janela será aberta para você buscá-lo onde estiver guardado. Em seguida, escolha o idioma de entrada e saída, clique na seta que fica no meio e pronto!
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".