Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PIZZOLATO

Tradução para extradição pode custar R$ 577 mil

Tradução para extradição pode custar R$ 577 mil
10/02/2014 11:47 - terra


O Ministério Público Federal poderá ter de pagar R$ 577 mil apenas para traduzir uma versão juramentada da decisão do julgamento do mensalão que condenou o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. O documento é necessário conforme o tratado de extradição entre o Brasil e a Itália, onde o condenado está preso. O cálculo foi feito por uma empresa de tradução juramentada atendendo a um pedido do jornal Folha de S.Paulo: seria esse o valor mínimo cobrado para verter as 8.405 páginas do acórdão.

De acordo com a empresa consultada, que presta serviços para grandes companhias e para órgãos públicos, o valor foi calculado levando em conta o tamanho do documento e o limite de tempo para a conclusão do serviço - que deve chegar à Itália em até 40 dias. A Procuradoria Geral da República afirma que já começou a tradução, mas não revelou seu orçamento, nem se solicitou o serviço aos próprios funcionários ou se contratou terceiros. O órgão também não informa se vai traduzir apenas os trechos relativos a Pizzolato ou a totalidade do documento. 

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?