Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 17 de outubro de 2018

Tradição do Pantanal destaca a água na avenida

28 JAN 2010Por CRISTINA MEDEIROS22h:04
A Esc o l a d e Samba Tradição do Pantanal – fundada em 2005 – levará à Via Morena, neste ano, um tema que diz respeito à existência do planeta: a água. Estão sendo investidos cerca de R$ 40 mil neste desfile, que contará com 600 integrantes, dez alas e uma bateria com 75 pessoas. “Em ‘Água, fonte da vida’ (o enredo) vamos abordar um tema universal; mostraremos uma história geral, problemas como poluição, escassez, seca, as inundações até chegar ao Aquífero Guarani e aos córregos de Campo Grande”, conta Paulo Sérgio da Silva Gomes, diretor de carnaval da escola – o presidente é Aristides Gomes, mais conhecido como Tidão. Fundada na região do Bairro Santo Amaro, a Tradição do Pantanal, desde a estreia na avenida, prima por um desfile “com os pés no chão”. “Vamos levar a realidade para a avenida e não o luxo. Sempre foi assim. Com pouco vamos contar uma história bonita, mesmo porque este não é um tema fácil de se contar na avenida sem que se tenha muito recurso financeiro, é trabalhoso”, explicou o diretor de carnaval. Diariamente a escola promove ensaios em dois espaços diferentes. O primeiro é na sede da escola, na Rua Presidente Nilo Peçanha, 650, Bairro Santo Amaro, sempre às segundas, terças e quartas-feiras, às 20h. O outro é no Centro de Atendimento e Assistência Social Vida Nova 1 (saída para Cuiabá), de quintafeira a domingo, no mesmo horário. “Neste local funciona um trabalho social que fazemos com crianças e adolescentes chamado Bate-Lata, uma bateria que utiliza instrumentos feitos de sucata. Alguns integrantes maiores de 10 anos, este ano, farão parte da bateria oficial da Tradição do Panatanal”, acrescenta Gomes.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também