sábado, 21 de julho de 2018

Dívida

Trabalhador deve usar abono para pagar conta

23 OUT 2010Por ADRIANA MOLINA01h:20

O economista Sérgio Bastos afirma que a decisão de como empregar o abono natalino deve ser bem planejada. Ao contrário do que muitos farão, a quitação de contas deve ser o primeiro item da lista. “Muitos têm o comportamento de ver nesse dinheiro a mais a oportunidade de realizar desejos, comprar algo novo, viajar. Mas se esquecem das dívidas com juros nesse momento, e isso é muito prejudicial à situação econômica futura dessas pessoas”, explica.

Isso porque os juros acumulados podem transformar, em poucos meses, o montante devido em uma “bola de neve”. Nos casos de cheque especial e cartões de crédito, os juros chegam a 17% ao mês, ou seja, 204% em um ano. “É preciso tomar consciência de que esse benefício é sim uma oportunidade, mas de liquidar as dívidas e começar no novo ano uma vida nova, sem contas em atraso”, pondera Bastos.

Além da pesquisa da Associação Comercial de Campo Grande, que aponta que apenas 21% dos com nome do SPC afirmaram que vão usar o décimo terceiro para quitar as dívidas, um outro levantamento confirma esse dado de “comportamento prejudicial” do consumidor, o de aumento de consumo neste final de ano.

A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias, elaborada pela Confederação Nacional do Comércio (CNCC), aponta que 36,3% das famílias campo-grandenses elevaram as compras em relação a 2009 e, em outubro a perspectiva de consumo aumentou em 5,8% comparada a setembro. Para a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de MS (Fecomércio MS), isso já é um indício de mais compras neste Natal. (AM)

Leia Também