Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Toyota desiste de recorrer contra punição de Trulli

1 ABR 2009Por 11h:30
     

        

 

Admitindo a inutilidade de uma ação desse tipo no Tribunal de Apelação da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), a Toyota anunciou nesta quarta-feira que desistiu de recorrer contra a punição do seu piloto, o italiano Jarno Trulli, no GP da Austrália, que abriu a temporada da Fórmula 1 no último domingo (29), em Melbourne.

 

Na corrida vencida pelo inglês Jenson Button, da Brawn GP, Trulli terminou em terceiro lugar. Mas ele foi punido por ter ultrapassado o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, quando o safety car estava na pista, o que é proibido na Fórmula 1. Assim, o italiano perdeu 25 segundos no seu tempo final de prova, caindo para a 12ª colocação.

 

Logo depois da prova, a Toyota tentou reverter a punição, sem sucesso. Assim, a equipe prometeu ir ao Tribunal de Apelação da FIA, o que acabou desistindo de fazer nesta quarta-feira. A justificativa foi que a Corte costuma rejeitar esse tipo de recurso. Assim, o resultado final do GP da Austrália não corre mais risco de alteração.

 

Com informações do Estadão

Leia Também