terça, 17 de julho de 2018

TJ determina afastamento de vereadores de Corumbá

18 DEZ 2009Por 23h:10
     

        Lidiane Kober

         

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) determinou hoje o imediato afastamento de três de vereador de Corumbá que tomaram posse na condição de suplentes. Roberto Façanha (PMDB), Cristina Lanza (PT) e Antônio Juliano de Barros (PSDB) assumiram o cargo por meio de liminar do próprio tribunal, que perdeu os efeitos, depois da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges acolher mandado de segurança, impetrado pela prefeitura do município.

A polêmica em torno dos suplentes se arrasta desde a posse dos eleitos, em 1º de janeiro. A Lei Orgânica do Município, alterada após as eleições de 2008, aumentou de 11 para 15 o número de cadeiras na Câmara, porém, o juiz eleitoral de Corumbá, Eduardo Eugênio Siravegna, se negou a diplomar os quatro suplentes. A briga judicial parou no TJ, que acabou permitindo a posse via liminar.

Leia Também