domingo, 22 de julho de 2018

TJ decide amanhã se aceita denúncia contra Coronel Ivan

26 FEV 2009Por 21h:00
     

Maria Matheus

 

O Tribunal de Justiça decide amanhã se acolhe denúncia contra o deputado estadual Coronel José Ivan de Almeida (PDT) por suposto envolvimento com a máfia dos caça-níqueis, desbaratada pela Operação Xeque-Mate da Polícia Federal em 2007. Ele é acusado de ser sócio de Ari Silas Portugal e Hércules Mandetta Neto - os três, segundo a PF, comandavam uma das quadrilhas que atuava com jogos ilegais no Estado.

O parlamentar já responde a processo no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, por contrabando de máquinas caça-níqueis. Se o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acolher a denúncia, o deputado será processado também pela exploração de jogo ilegal.

"No nosso entendimento, a ação toda tem que correr na Justiça Federal. Não tem como uma parte correr lá e outra parte correr aqui", disse o advogado de defesa, Ronnaldo Franco. "Ninguém pode responder a dois processos ao mesmo tempo, ou responde uma vez ou responde outra", alegou.

A sessão está prevista para às 14h. O relator da denúncia do Ministério Público é o desembargador Rubens Bergonzi Bossay. Se o pedido do MP for acolhido, o deputado será processado.

Leia Também