Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

TJ concede guarda da filha de Elize a avós paternos, diz advogado

17 AGO 2012Por terra21h:00

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu a guarda provisória da filha do casal Matsunaga aos avós paternos da criança, informa o advogado da família do executivo, Luiz Flávio D'Urso. A viúva está presa no presídio de Tremembé, acusada de matado e esquartejado o marido, Marcos Kitano Matsunaga, em maio.

A menina, porém, continuará morando na casa da irmã de Elize. Segundo o advogado, a decisão evita uma situação em que Elize saia da cadeia, pegue a filha e desapareça. Mas, judicialmente, a guarda já é dos avós.

Também nesta quinta-feira, o TJ paulista negou habeas-corpus com pedido de liberdade à viúva. Em seu voto, o relator do recurso, desembargador Francisco Menin, declarou que a prisão deve ser mantida "para a garantia da ordem pública, em razão da gravidade concreta do delito".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também