Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Libertadores

Timão segura o Boca em La Bombonera

27 JUN 12 - 23h:06terra

A estrela de Romarinho brilhou novamente pelo Corinthians. Apenas três dias depois de marcar dois gols no clássico contra o Palmeiras e decretar o primeiro triunfo do time no Campeonato Brasileiro, o jovem, inscrito somente na semifinal da Copa Libertadores, salvou o time do Parque São Jorge em plena La Bombonera. Com um gol do atacante, o time brasileiro conseguiu arrancar um empate por 1 a 1 do Boca Juniors e evitar a desvantagem em sua primeira decisão continental.

O gol de Romarinho melhora, e muito, a situação corintiana em busca do sonho do título inédito da Copa Libertadores. Para ser campeão da América do Sul pela primeira vez, o Corinthians precisará vencer o Boca Juniors no Estádio do Pacaembu. Um novo empate, independentemente da quantidade de gols para cada time, forçará 30 minutos de prorrogação - em nova igualdade, pênaltis (na decisão, os gols fora de casa não contam como critério de desempate).

A promessa de Tite de não se limitar a minar o jogo do Boca Juniors se cumpriu nos primeiros minutos da partida desta quarta-feira. O Corinthians procurou adiantar a marcação e pressionar a saída de bola do time argentino por alguns momento. A partir dessa medida de postura, o time brasileiro quase abriu o placar aos 7min. Paulinho, depois de roubada de bola, arriscou de longe e obrigou Orión a espalmar para escanteio.

O bom momento criado pelo Corinthians, entretanto, não se repetiu no restante da primeira etapa. A equipe do Parque São Jorge, aos poucos, recuou para o campo defensivo a fim de esperar o Boca. Compacto, o clube brasileiro conseguiu fechar bem os espaços, especialmente quando Juan Román Riquelme possuía a posse de bola, e impedir grandes sustos.

A principal chance criada pelos argentinos acabou justamente bloqueada pela defesa corintiana. Em ótima triangulação pela direita, Riquelme achou Mouche, que cruzou na medida para o meio da área. O centroavante Santiago Silva, em um raro momento de liberdade, acertou um belo voleio e assustou Cássio, que viu Alessandro afastar o perigo.

A pressão argentina esperada pelos corintianos ocorreu depois do retorno do intervalo. O Boca Juniors voltou a campo apertando a marcação no campo de ataque e dificultando a saída de bola corintiana. Assim, com desarmes mais próximos à área, o time argentino ameaçou, controlando de fato a partida pela primeira vez.

A grande chance boquense surgiu aos 16min. Após forte pressão no campo corintiano, Riquelme recebeu bom passe de Mouche e arriscou de primeira. A bola passou perto da meta defendida por Cássio. O lance sacramentou a mudança no panorama da partida e ratificou a, enfim, esperada atitude argentina para este primeiro duelo.

O Corinthians pouco conseguiu ameaçar a meta de Orión e recuou. O Boca, por sua vez, cresceu, e obteve a tão sonhada vantagem. Aos 27min, Riquelme cobrou escanteio pela esquerda na medida para Santiago Silva, que cabeceou para o gol. Chicão, com a mão, evitou o tento. Contudo, na sobra, Roncaglia aproveitou e estufou as redes.

O gol do Boca Juniors obrigou o Corinthians a sair, e Tite a mudar. O treinador corintiano apostou na principal estrela do time do Parque São Jorge no clássico do último domingo, contra o Palmeiras. E, depois de anotar dois tentos contra o arquirrival corintiano, Romarinho ratificou que tem estrela. Aos 40min, Emerson lançou o jovem jogador, que brilhou. Um toque com categoria na saída de Orión e o empate em La Bombonera.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Exército enquadra tuítes políticos de militares da ativa

Projeto itinerante realiza negociação com inadimplentes da Capital
CAMPO GRANDE

Projeto itinerante realiza negociação com inadimplentes

Fortaleza supera golaço contra, vê goleiro pegar 2 pênaltis e empata com Atlético
BRASILEIRÃO

Goleiro pega dois pênaltis e Fortaleza empata com Atlético

Em gol validado com o VAR, Gabriel faz no fim e Flamengo empata com o Corinthians
BRASILEIRÃO

Gabriel faz no fim e Flamengo empata com o Corinthians

Mais Lidas