Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Timão põe fim a jejum e bate o Grêmio

10 OUT 2009Por 18h:30
     

        Da redação

        Depois de empatar com o Fluminense no Maracanã e ouvir duras críticas de Mano Menezes, o Corinthians mostrou disposição para vencer o Grêmio no Pacaembu, por 2 a 1, neste sábado. O grande nome da partida foi Ronaldo, que marcou e deu assistência na primeira vitória corintiana após cinco jogos, desde o clássico contra o Santos em 2 de setembro.

        Ainda pensando em vaga na próxima Copa Libertadores, o Grêmio completou o quarto jogo sem vencer, após perder para o Goiás e empatar com Sport e Atlético-MG. Com 41 pontos, o time do técnico Paulo Autuori pode acabar a 29ª rodada com até nove pontos de distância para o G-4.

        Os jogadores do Corinthians, que ouviram broncas do técnico Mano Menezes nos últimos dias, entraram acesos no Pacaembu, que recebeu 21 mil torcedores. Aos 4min, Ronaldo fez linda jogada, bateu de fora, e Elias, aproveitando a sobra quase fez. Logo em seguida, Tcheco cobrou falta escorada por Jonas, e Felipe fez bela defesa.

        Melhor no jogo, o Corinthians abriu o marcador aos 11min. Ronaldo recebeu, bateu de fora da área e, após desvio, a bola morreu nas redes de Marcelo Gröhe.

        Jonas voltou a aparecer bem aos 14min e, após cruzamento, bateu de voleio para nova grande defesa do goleiro corintiano Felipe. Aos 19min, Jucilei puxou ataque, passou para Elias, que esticou para Dentinho - a finalização passou do lado da trave.

        O terceiro milagre de Felipe veio aos 23min: Tcheco foi lançado nas costas de Marcelo Oliveira e cruzou na medida para Maxi López finalizar e o goleiro do Corinthians pegar com o pé.

        Em um primeiro tempo muito movimentado, Ronaldo voltou a aparecer bem aos 32min. O contra-ataque foi puxado pelo camisa 9, que passou para Jorge Henrique, recebeu na área e deu o segundo gol de presente para Elias, que finalizou na pequena área.

        O gol do Grêmio veio aos 23min da etapa final: Tcheco cobrou escanteio, a zaga corintiana só olhou, e Réver subiu sozinho para diminuir de cabeça. O Corinthians só acordou no segundo tempo a partir da entrada de Defederico, que teve duas boas chances de gol, mas não converteu.

        O Grêmio tentou atacar na bola aérea novamente, mas foi bem contido pela defesa corintiana, bem posicionada com Balbuena na lateral esquerda após entrada no lugar de Marcelo Oliveira, e não criou chances reais de gol. (informações do Terra)

Leia Também