Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Testes antidoping nas empresas crescem 26% em 1 ano

12 ABR 2009Por 14h:30
     

 

O número de testes antidoping realizados nas empresas subiu 26% em um ano, segundo dados do Laboratório de Análises Toxicológicas (LAT) da Universidade de São Paulo (USP). No ano passado, 3.479 funcionários foram submetidos ao exame, contra 2.760 em 2007. A quantidade de empresas que participam do Programa de Prevenção e Controle do Uso de Drogas no Ambiente de Trabalho, coordenado pelo LAT, não se alterou nos últimos dois anos: permanecem as mesmas 300 corporações.

?A base continua igual?, atestou o professor Maurício Yonamine, responsável pelo laboratório. ?O que fez o número crescer foi o aumento da confiança dos trabalhadores no programa?, afirmou. ?Eles sabem que, mesmo que o exame der positivo, não serão demitidos.? Ninguém pode ser obrigado a fazer o exame antidoping - a menos que o funcionário exerça uma função de alto risco, como o manuseio de máquinas. Portanto, é possível recusar sem sofrer qualquer tipo de sanção. Dessa maneira, muitos funcionários se valiam desse direito e negavam sua participação no programa.

Com informações do G1

Leia Também