Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

São Paulo

Teste portátil diagnostica enfarte

9 MAI 2011Por Jornal da tarde21h:01

Dois hospitais públicos de São Paulo, o Conjunto Hospitalar do Mandaqui e o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, estão participando de um projeto que usa um teste portátil, similar ao aparelhinho que mede a glicose em diabéticos, para controlar quadros de enfarte, doença do grupo dos males cardiovasculares – que representam a principal causa de morte no País.
 

Por meio de uma amostra de sangue colhida com um furinho no dedo, o point of care test consegue determinar os níveis de troponina do paciente, substância que funciona como um marcador enzimático e indica se ele está prestes a enfartar ou não. O resultado do teste portátil para troponina sai em 15 minutos – o teste tradicional levaria uma hora e meia para detectar a substância.
 

A meta da Secretaria Estadual da Saúde é ampliar o projeto para todos os hospitais com atendimento de emergência e diminuir a mortalidade por enfarte no Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também