Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Territórios da Cidadania prevê R$ 200 milhões para MS

19 ABR 2008Por 17h:00
     

         

Da redação

Com 154 encontros realizados desde o seu lançamento nacional, em 25 de fevereiro, o Territórios da Cidadania consolida sua participação com os atores da sociedade civil, gestores estaduais e municipais, além dos representantes federais. Essa nova estratégia do Governo Federal, que envolve 958 municípios dos 27 estados brasileiros, deve contar até o final deste mês com as propostas de execução das ações já debatidas em cada Conselho Territorial.

Em Mato Grosso do Sul, na reunião que ocorreu em Jardim,  ficou definido o investimento R$ 83,9 milhões para utilização em 54 ações. Enquanto que na Grande Dourados serão mais R$ 116,7 milhões de investimento em 58 ações.

Na região de Jardim, o Território da Cidadania da Reforma (MS), com 38.498 quilômetros quadrados, é formado pelos municípios de Anastácio, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Dois Irmãos do Buriti, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Maracaju, Nioaque, Sidrolândia e Terenos. Com 189.006 habitantes, dos quais 52.374 (27,41%) vivem na área rural, o IDH médio do território é 0,75. O Território da Cidadania da Reforma tem 4.338 agricultores familiares, 8.812 famílias assentadas, 358 pescadores, três comunidades quilombolas e seis terras indígenas.

Voltado especialmente a regiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), reduzido dinamismo econômico, concentração de agricultores familiares, assentados da reforma agrária e beneficiários do Bolsa Família, o Territórios da Cidadania envolve 135 ações de 19 ministérios. A ação conta com R$ 11,3 bilhões, somente este ano, para apoiar atividades produtivas, promover o acesso a direitos e garantias sociais e implementar infra-estrutura.


                

Leia Também