Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

CAMPINAS

Termina a acareação de envolvidos em escândalo

25 MAI 2011Por PORTAL RAC, CAMPINAS20h:04

Acabou a acareação que os promotores do Grupo de Atuação Especial de  Combate às Organizações Criminosas e de investigações Criminais (Gaeco) passaram a tarde fazendo nesta quarta-feira (25) com o ex-presidente da Sanasa, Luiz Augusto Castrillon de Aquino e Gregório Vanderlei Cerveira, e com Valdir Boscato e Luiz Arnaldo Mayer, no prédio do Ministério Público.

Aquino inclusive já deixou o prédio, mas não quis falar com a imprensa. Em janeiro desde ano, ele aceitou o benefício da delação premiada e colaborou com a Justiça com informações que levaram à megaoperação deflagrada na última sexta-feira (20), resultando na prisão temporária de 11 pessoas, além de outras nove consideradas foragidas, e implodiu o núcleo de poder do governo Hélio de Oliveira Santos (PDT). 

A delação prevê a redução de pena aos que colaboram com a Justiça com informações que levam ao desmantelamento de organizações criminosas. 

Já os outros três (Gregório Vanderlei Cerveira, Valdir Boscato e Luiz Arnaldo Mayer) estão presos temporariamente no 2º DP desde sexta-feira (20) e chegaram ao Gaeco, esta tarde, em duas viaturas policiais. 

Além deles, seguem presos: o diretor da Sanasa, Aurélio Cance Junior; o empresário Marcelo Figueredo; e o ex-diretor de Planejamento da Prefeitura. Ricardo Cândia.   

Leia Também