Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Limpeza

Terceirizados da USP fecham acordo com empresa e encerram greve

27 ABR 2011Por Folha18h:35

Após semanas de greve --inclusive com piquete no prédio da Reitoria- funcionários terceirizados da USP (Universidade de São Paulo) fecharam um acordo com uma das empresas responsáveis pela limpeza do campus.

Eles pararam as atividades no dia 8 de abril, pedindo o pagamento de salários atrasados por parte da empresa, que cuidava da limpeza de cerca de dez unidades.

Seu contrato com a USP foi rescindido devido à inscrição da empresa no Cadastro de Inadimplência do Estado.

De acordo com o Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP), ficou decidido que os funcionários vão receber os salários sem desconto dos dias parados, aviso prévio, férias e 13º. A multa rescisória será cobrada na Justiça.

De acordo com o sindicato, os funcionários continuarão bloqueando o prédio da Reitoria até que todos tenham recebido os valores.

Santo Amaro

O piquete no prédio da Reitoria também teve a participação de servidores da universidade, que decidiram entrar em greve há duas semanas em protesto contra uma possível transferência de uma parte deles para um prédio em Santo Amaro, zona sul da capital paulista.

De acordo com o Sintusp, a Reitoria voltou atrás e afirmou, em reunião com representantes dos servidores, que somente irão para Santo Amaro aqueles que optarem ir.

O sindicato afirmou que serão feitas listas com o nome dos trabalhadores que desejarem ser transferidos e os nomes serão enviadas à Reitoria.

Leia Também