TRIBUTOS

Terceira parcela do IPTU vence hoje

Terceira parcela do IPTU vence hoje
11/04/2011 11:30 - da redação


Vence nesta segunda-feira (11.04) a terceira parcela do IPTU 2011, para os contribuintes que optaram pelo pagamento em dez vezes pelo sistema parcelado. A primeira parcela venceu no dia 11 de fevereiro.

Os locais de pagamento do tributo são os seguintes: agências bancárias até a data do vencimento, casas lotéricas (limite de R$ 1.000,00), agências dos Correios (limite de R$ 500,00), supermercados Comper da Avenida Mato Grosso e Bandeirantes, na RDM cobranças nos endereços da Avenida Afonso Pena, 3.297, rua Arthur Jorge, 500, Dom Aquino 1.789 e na Central de Atendimento ao Cidadão, na rua Candido Mariano, 2655.

Prêmios e descontos

Neste ano, a Prefeitura de Campo Grande já sorteou um apartamento, dois automóveis zero quilômetro, um notebook, um televisor em cores 20 polegadas, um microondas, 21 aparelhos de DVD (5º ao 26° prêmios), além de cadernetas de poupança para os contribuintes que estão em dia com seus tributos. Trata-se de uma boa motivação para manter-se em dia com o pagamento do IPTU.

Outro incentivo é o desconto, um dos melhores do Brasil: quem pagou à vista teve desconto de 20% no valor total. Sem contar o IPTU Azul, com o qual o mutuário ganha mais descontos: 10% se ficar adimplente por cinco anos seguidos.

Neste ano, os contribuintes concorrerão a 75 prêmios, no total. Os primeiros sorteios aconteceram nos dias 26 de fevereiro e 31 de março. Os próximos serão realizados nas seguintes datas: 29 de julho e 27 de outubro. O local e horário do sorteio serão divulgados previamente.

Para concorrer o contribuinte terá de depositar o cupom em urnas específicas do sorteio, dispostas na Central de Atendimento ao Cidadão, localizada na Rua Cândido Mariano, n° 9854.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".