Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

Pesquisa

Tempo parece passar mais devagar, se você está ocupado

1 FEV 2011Por Revista Galileu04h:00

Pessoas com a vida muito corrida podem sentir que vivem mais. Um novo estudo da Universidade de Londres sugere que nosso cérebro usa o mundo ao nosso redor para ajustar o tempo. E ainda mostra que quanto mais coisas acontecem, mais lentamente parece passar o tempo.

Os cientistas acreditam que o cérebro utiliza algum tipo de relógio interno para medir o tempo. Para testar se os estímulos externos poderiam interferir em nossa capacidade de processar o tempo, os pesquisadores Misha Ahrens e Maneesh Sahani reuniram 20 voluntários para uma experiência.

Eles mostraram a uma parte das pessoas um vídeo com um estímulo que se modificava aleatoriamente – baseado em estatísticas de como as coisas se modificam no mundo a nossa volta. O outro grupo viu uma imagem estática.

Depois, as pessoas avaliaram quanto tempo havia passado. Os voluntários que assistiram ao estímulo chegaram mais próximos do tempo correto que os demais. Eles também assistiram ao mesmo clipe em duas velocidades diferentes e, ainda assim, acharam que os dois vídeos tinham duração semelhante. O ritmo acelerado dos acontecimentos criava uma sensação de tempo correndo na mesma velocidade do vídeo mais lento.

Segundo os pesquisadores, esses resultados sugerem que o cérebro usa informações visuais para julgar o tempo, quando há essa possibilidade. O estudo completo foi publicado na Current Biology.

Leia Também