Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

TEMPO

Tempestade tropical Richard atinge Honduras e pode virar furacão

23 OUT 2010Por 14h:16

A tempestade tropical Richard se fortalecia no sábado ao atingir Honduras com fortes chuvas e ventos, e a previsão era de que no domingo se convertesse em furacão a caminho de Belize, Guatemala e a península mexicana de Yucatán.
Richard estava a 105 quilômetros do cabo Gracias a Dios, zona fronteiriça entre Nicarágua e Honduras, e se deslocava para oeste a 13 quilômetros por hora com ventos sustentados de 100 quilômetros por hora, disse o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos em comunicado.

"Espera-se que o Richard se torne um furacão no domingo", disse o centro. "Poderia se aproximar das costas de Belize e do sudeste do México na tarde de domingo", acrescentou.

A tempestade número sete da temporada do Atlântico poderia tocar o continente no empobrecido Belize, produtor de açúcar, e afetar também o norte da Guatemala e vários Estados do sudeste do México entre segunda-feira e terça-feira.

O governo de Honduras emitiu um alerta de furacão para a costa norte do país sobre o mar do Caribe devido à possibilidade de a tormenta causar inundações e deslizamentos de terra nesta área, que já foi atingida por temporais anteriores.

Chovia forte na costa hondurenha no sábado, incluindo a remota região de Mosquitia, habitada na maioria por índios que vivem em casas precárias.

Desde sexta-feira, Honduras havia declarado alerta nos departamentos de Gracias a Dios, Colón, Atlántida e ilhas da Bahia, no litoral do Atlântico. As autoridades de Belize, México e Guatemala emitiram alertas à população.

Ao cruzar a península de Yucatán, que é formada pelos Estados de Quintana Roo, Campeche e Yucatán, Richard poderá afetar as instalações da petrolífera mexicana Pemex na Baía de Campeche, mas não alcançaria as plataformas de produção de petróleo e gás natural dos Estados Unidos no golfo do México.

(Reportagem de Gustavo Palencia, em Honduras)
 

Leia Também