Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Temperatura pode cair para 1 grau hoje

14 JUL 10 - 07h:46
DANIELLA ARRUDA

Campo Grande registrou ontem a primeira onda de frio do mês de inverno, com queda brusca na temperatura e chuvas leves, que ajudaram a amenizar o tempo seco e melhoraram a qualidade do ar após 37 dias de estiagem. Conforme registro da estação meteorológica Anhanguera / Uniderp, choveu entre a noite de segunda-feira e a manhã de ontem 17,4 milímetros na Capital. Já os termômetros registraram queda de 24°C, segundo o meteorologista da estação, Natálio Abrahão Filho. “Ontem (anteontem) estávamos com 30ºC e, hoje (ontem), a mínima foi para  6,3ºC”, informou.
O fenômeno responsável pela mudança de tempo é uma frente fria proveniente do sul do País, que afetou principalmente as regiões sul, sudoeste e central de Mato Grosso do Sul. Essa frente fria já se afasta do Estado hoje, porém o frio perdura pelos próximos dias. “Massa de ar polar está ganhando força e deve fazer com que as temperaturas caiam bastante até o fim de semana. De hoje (ontem) para amanhã (hoje), há previsão de temperaturas mínimas entre 4ºC e 5ºC para Campo Grande e de 1ºC a 2ºC para o sul do Estado, com possibilidade de geada”, informou.
Ainda de acordo com o meteorologista Natálio Abrahão Filho, a mais baixa temperatura mínima do Estado, 4,2ºC, foi registrada em Ponta Porã, seguida de Amambai, com 5,5ºC. “O quadro já foi de geada no sul do Estado (ontem). Quatro graus é temperatura de mudança do estado da água. Pode ter havido ocorrência de geada em áreas altas de localidades como Ponta Porã, Aral Moreira e Coronel Sapucaia”, comentou.
Já a média de chuvas no Estado foi de 15 milímetros. Em Corumbá, onde não chovia há 49 dias, a precipitação registrada foi de 5,5 milímetros, na região sudeste (Vale do Ivinhema), 7 milímetros e no sul, o acumulado de chuva foi de 11 milímetros. “A tendência é que as chuvas cessem amanhã (hoje), mas volta a chover na sexta-feira, por causa de áreas de instabilidade”, informou. Para a Capital, a previsão é de céu parcialmente nublado, alternando com abertura de sol entre hoje e amanhã.

Chuvas
Já de acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo, Clima e Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec), da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), nebulosidade permanece durante toda a semana no Estado, com possibilidade de chuvas em forma de pancadas e acompanhadas de raios a qualquer hora do dia. Há previsão de chuvas isoladas para as regiões pantaneira, sudeste e sul hoje. Amanhã, as chuvas estendem-se também para o norte e nordeste. Segundo a meteorologista e coordenadora do Cemtec, Cátia Braga, as chuvas são resultantes de instabilidade deixada pela frente fria em Mato Grosso do Sul. “As temperaturas estarão em declínio até o fim da semana, devido a massa de ar frio associada a essa frente fria que passou pelo Estado”, informou.
Em Campo Grande, os índices variam entre 12ºC e 17ºC hoje. Para amanhã, a mínima prevista é de 12ºC e a máxima, de 19ºC. Já na sexta-feira, as temperaturas caem ainda mais. Na Capital, a mínima pode chegar a 8ºC, enquanto a máxima não ultrapassa 11ºC.
Na região sul, Ivinhema terá temperaturas variando entre 11ºC e 16ºC hoje, 12ºC e 15ºC amanhã e 8ºC e 14ºC na sexta-feira. Já na região pantaneira, Aquidauana terá mínima de 16ºC e máxima de 20ºC hoje; amanhã os índices previstos são de 15ºC e 18ºC e na sexta-feira oscilam entre 10ºC e 14ºC. Em Três Lagoas, as temperaturas também caem, ficando entre 16ºC e 20ºC hoje, 15ºC e 23ºC amanhã e entre 13ºC e 16ºC na sexta-feira.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CASO DO TRIPLEX

PGR envia ao STJ parecer contra anulação da condenação de Lula

SAÚDE PÚBLICA

OMS declara emergência internacional por surto de ebola no Congo

Reviva tem 77% das obras <br>concluídas na 14 de Julho
CAMPO GRANDE

Reviva tem 77% das obras
concluídas na 14 de Julho

Mandetta lançará programa inédito em Campo Grande na segunda-feira
SAÚDE

Mandetta lançará programa inédito em Campo Grande

Mais Lidas