quarta, 18 de julho de 2018

Temendo prejuízo, agronegócio torce pela alta do dólar

24 OUT 2009Por 23h:00
     

        O agronegócio aprova a atitude do Governo de taxar a entrada de capital externo para tentar segurar a desvalorização do dólar, mas segue contabilizando prejuízos, agravados pela queda dos preços das commodities no mercado internacional ao longo do ano. O setor da citricultura é o mais afetado, já que 97% da produção se destina ao mercado externo. Produtores de soja, principalmente aqueles que estão mais longe dos portos, já estão chegando à conclusão de que fecharão a safra no vermelho se a cotação do dólar, que caiu mais de 25% neste ano, não reagir após a medida do Governo.

Leia Também