sábado, 21 de julho de 2018

Técnico Português entra em greve por atraso de salários

9 NOV 2008Por 20h:10
     

        Da Redação

         

        Problemas financeiros que geram atraso no pagamento de salários não são exclusividade de clubes brasileiros e, por conta disso, o técnico Lito Vidigal, do Estrela Amadora, de Portugal, resolveu iniciar uma greve. O treinador não voltará ao trabalho enquanto a diretoria acertar os ordenados de seus comandados. Já são quatro meses de atraso no clube português, o que, para Vidigal, deixa a situação insustentável.

"Seguimos trabalhando por respeito ao clube, que tem 76 anos de história. Porém, agora, não tenho mais condições de trabalhar. Não volto a trabalhar até que apareça alguém para ajudar esta equipe", disse o treinador. Enquanto isso, a equipe que chegou a brigar pelas primeiras posições do Campeonato Português no início da temporada permanece na 8ª colocação, com 11 pontos em 7 jogos. São dois jogos sem vencer, incluindo a goleada por 5 a 0 sofrida diante do Sporting Braga. Já fora da Copa de Portugal, o Estrela Amadora voltará a campo no próximo domingo para enfrentar o Benfica, em Lisboa.   Com informações da Gazeta Press

Leia Também