AQUIDAUANENSE

Técnico pede demisssão, mas aceita continuar

Técnico pede demisssão, mas aceita continuar
11/02/2014 10:15 - Gabriel Neris


O técnico do Aquidauanense Mauro Marino entregou o cargo após a derrota para o Novoperário, no domingo, por 1 a 0, mas voltou atrás na decisão a pedido do presidente do clube, João Garcia. O time é o lanterna do grupo A do Campeonato Estadual, com dois pontos.
Entre as condições para reassumir o cargo, Marino pediu a dispensa de pelo menos cinco jogadores. “Temos que mudar o foco, hoje é para não fugir do rebaixamento”. O Aquidauanense volta a campo amanhã contra o Misto em casa, às 20h.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".