quinta, 19 de julho de 2018

PORTO MURTINHO

Técnico em enfermagem e mulher são presos por aborto

28 OUT 2010Por Bruno Grubertt10h:47

Uma jovem de 20 anos e um técnico de enfermagem, de 34 anos, que trabalhava em um laboratório, foram presos ontem, em Porto Murtinho, acusados de praticar aborto. Segundo informações da Polícia Civil, a jovem grávida praticou o aborto em casa com ajuda do técnico. O feto foi encontrado pela polícia enrolado em um casaco velho, na casa da sogra da gestante.

De acordo com a polícia, a jovem está internada no hospital do município, escoltada por policiais, onde recebe medicamentos. O técnico de enfermagem, que de acordo com a polícia é conhecido na cidade pelos boatos de ter cometido outros abortos semelhantes, está preso na delegacia. Ele teria aplicado um medicamento na gestante para auxiliar no aborto.

Os dois serão indiciados pelo crime de aborto e podem pegar de um a quatro anos de detenção, se condenados.

Leia Também