Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

polícia

Taxista salvo por celular em dezembro é baleado

15 JAN 2011Por VIVIANNE NUNES COM INFORMAÇÕES DOURADOS AGORA14h:36

O taxista Erculano Pereira Fernandes, de 56 anos, foi destaque recentemente nas páginas policiais do Estado depois de ter se salvado de um tiro que atingiu o telefone celular que estava em seu bolso, foi novamente vítima de assalto e desta vez foi atingido por três disparos de arma de fogo em Maracaju.

Segundo informações do site Dourados Agora, o crime aconteceu da mesma forma que o anterior, com um telefonema de falso cliente solicitando uma corrida com destino ao conjunto Napoleão, na saída para Jardim. No local determinado, dois homens anunciaram o assalto e mandaram que ele descesse do carro. Um dos bandidos teria mensionada que o taxista escapou uma vez, mas não escaparia de novo. Dos três disparos, um acertou o pescoço de Erculano, que foi socorrido por populares que acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros.

O taxista foi encaminhado em estado grave à Santa Casa de Campo Grande.

Os investigadores trabalham com a possibilidade de que o assalto tenha sido praticado pelos mesmos dois assaltantes que tentaram matar o taxista em dezembro do ano passado. Rodrigo Bronzer Capelari, de 25 anos e Fabiano Marques Viana, de 23 anos, chegaram a ser presos acusados pelo crime mas foram soltos poucos dias depois da primeira tentativa de homicídio. Alexsandro Spenhauzer, também acusado de envolvimento no crime continua preso na cadeia de Maracaju.
 

Leia Também