Taxista paraguaia é morta durante assalto no oeste do PR

Taxista paraguaia é morta durante assalto no oeste do PR
06/08/2012 04:00 - g1


Uma taxista paraguaia foi morta durante um assalto em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, na madrugada deste domingo (5). Segundo a Polícia Civil, o assaltante embarcou no táxi por volta da 1h em Cidade do Leste, no Paraguai, e deu voz de assalto logo após cruzar a fronteira. O rapaz é paraguaio e foi preso após confessar o crime.

Ainda segundo a Polícia Civil, familiares da taxista perceberam a demora e acionaram as autoridades policiais do Paraguai. O carro foi encontrado junto com o assaltante ainda durante a madrugada. Já o corpo da mulher foi achado com sinais de espancamento em um parque da periferia da cidade.

Uma escrivã da delegacia de Foz do Iguaçu, que preferiu não se identificar, disse ao G1 que o rapaz respondeu friamente ao depoimento e disse que matou porque não queria deixar provas vivas do assalto. Durante o depoimento ele também relatou que receberia R$ 500 pelo veículo.

O homem vai permanecer preso na delegacia de Foz do Iguaçu e vai responder por roubo seguido de morte - caracterizado como latrocínio. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".