Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Taxista do Estado quer direito pleno de 'ir e vir'

12 ABR 11 - 00h:00DA REDAÇÃO

O governador André Puccinelli será procurado por representantes dos taxistas, nos próximos dias, que vão solicitar alteração do decreto que proíbe a categoria de fazer viagens entre os municípios de Mato Grosso do Sul. A definição ocorreu ontem durante audiência pública realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

O decreto é da década de 90 e foi de autoria do então governador Wilson Barbosa Martins. Porém, somente há pouco mais de 1 anos estão endo feita a exigência e muitos taxistas acabaram multados.


Pelo decreto, o taxista que for flagrado por fiscais da Agepan (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos) fora do perímetro da cidade em que está cadastrado paga multa de 100 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), ou seja, R$ 1.496,00.

A lista inclui ônibus leito, executivo, urbano e misto, auto-ônibus rodoviário, microônibus e veículo a energia elétrica.

Presidente do Sindicato dos Taxistas da região de Aquidauana, Ney Martins Alviço disse que já foram multados taxistas de Bonito, Jardim e Maracaju. A audiência pública foi iniciativa do deputado estadual Felipe Orro (PDT).
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares
DÍVIDA MILIONÁRIA

Detran vai rescindir contrato com empresa de radares

FUTEBOL 2019

Cristiano Ronaldo critica valores de transferências no futebol: 'São surreais'

Prefeitura abre processo seletivo com oito vagas e salário de R$ 3,2 mil
CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Prefeitura abre processo seletivo com salário de R$ 3,2 mil

BRASIL

Bolsonaro levanta suspeita sobre ONGs por queimadas na Amazônia

Mais Lidas