Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Taxa que mede inflação para consumidores da terceira idade tem leve alta no segundo trimestre

11 JUL 12 - 08h:00agência brasil

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação de preços da cesta de consumo de pessoas com mais de 60 anos, ficou em 1,39% no segundo trimestre de 2012 e superou em 0,06 ponto percentual o resultado do trimestre anterior (1,33%).

Com isso, o indicador acumulou em 12 meses alta de 5,41% e ficou acima do Índice de Preços ao Consumidor Geral (IPC-BR) referente ao mesmo período (5,37%).

De acordo com dados divulgados hoje (11) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), a principal pressão para o aumento do índice no segundo trimestre partiu dos alimentos, cuja taxa passou de 0,65% para 2,19%. Ficaram mais caros ou reduziram o ritmo de queda os itens carnes bovinas (de -5,8% para -1,45%), hortaliças e legumes (de 0,06% para 16,70%) e laticínios (de -0,25% para 2,8%).

Também pesaram mais no bolso do consumidor no segundo trimestre do ano os gastos com saúde e cuidados pessoais (de 1,4% para 2,21%), despesas diversas (de 0,8% para 6,19%), vestuário (de 0,24% para 1,45%) e comunicação (de -0,45% para -0,14%).

Por outro lado, houve decréscimo nas taxas de habitação (de 2,15% para 1,36%), transportes (de 0,57% para -0,53%) e educação, leitura e recreação (de 3,48% para 0,56%).
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

JUSTIÇA SUSPENDEU

Bolsonaro diz que vai manter passaporte diplomático de Edir Macedo

DIREITOS HUMANOS

Brasil cai três posições em ranking de liberdade de imprensa

SEMANA SANTA

Papa Francisco lava pés de brasileiro e outros 11 presos

Decisão de Toffoli libera Lula <br>para conceder entrevista
LIMINAR PERDEU EFEITO

Decisão de Toffoli libera Lula
para conceder entrevista

Mais Lidas