MAIO

Taxa de juros recua, mas inadimplência é recorde

Taxa de juros recua, mas inadimplência é recorde
26/06/2012 10:26 - agência brasil


A taxa média de juros caiu em maio, enquanto a inadimplência de empresas e famílias atingiu o recorde de 6%, segundo dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (26).

A taxa média de juros para empresas e pessoas físicas ficou em 32,9% ao ano (ante 35,1% em abril) é a mais baixa da série histórica do BC, iniciada em junho de 2000.

As famílias pagaram taxa média de juros de 38,8%, em maio, com queda de 3 pontos percentuais em relação ao mês anterior. Esse também é o menor nível da série histórica, iniciada em julho de 1994. Já a taxa de inadimplência das famílias subiu 0,2 ponto percentual, para 8%. O BC considera inadimplência atrasos superiores a 90 dias.

No caso das empresas, a taxa média de juros caiu 1,3 ponto percentual de abril para maio, ao ficar em 25% ao ano. As pessoas jurídicas registraram inadimplência de 4,1%, índice estável em relação ao mês anterior.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".