Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Transporte aéreo

TAM segue castigada por restrição da Anac e mais uma vez é destaque de queda

30 NOV 2010Por DA REDAÇÃO19h:10

Pressionadas pelas restrições impostas pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), as ações da TAM (TAMM4) seguiram a tendência da véspera e recuaram forte no pregão desta terça-feira (30). Os papéis preferenciais acumularam queda de 2,76%, fechando o dia a R$ 40,45, enquanto o Ibovespa recuou 0,30%.

A companhia informou nesta manhã que suas operações estão normalizadas. Segundo comunicado emitido pela empresa, "os níveis habituais de pontualidade e regularidade" foram retomados e já está operando normalmente nesta terça-feira.

Segundo Felipe Rocha, analista da Link Investimentos, o impacto financeiro da suspensão das vendas deve ser pequeno. Se a situação de atrasos e cancelamentos permanecer, a agência pode aplicar novas restrições. Porém, é uma situação "praticamente improvável", projeta o analista.

"Continuamos sem rating e preço-alvo para os papéis preferenciais na medida em que a ação deve continuar oscilando muito em função da variação dos ativos da LAN", concluiu Rocha. Fonte: Infomoney

Leia Também