Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

'GIGANTE'

Tablet da Samsung é rápido, mas tem software inconsistente

Tablet da Samsung é rápido, mas tem software inconsistente
08/02/2014 11:18 - FOLHAPRESS


A Samsung expandiu seu portfólio de tablets durante a feira CES, em Las Vegas, quando anunciou sua nova linha PRO, com quatro aparelhos voltados para uso profissional.
O principal lançamento foi o Galaxy NotePro. A reportagem teve acesso ao aparelho durante evento para a imprensa em Cancun, no México. O que mais chama atenção é sua tela, enorme, de 12,2 polegadas e resolução 2560 x 1600 pixels (247 ppp). O tamanho exagerado, quase uma folha A4, torna a pegada do aparelho desajeitada, mas tem vantagens na exibição de vídeos e na digitação seu teclado virtual tem números, letras e acentos na mesma tela e é quase do tamanho de um teclado real.

O acabamento segue a linha de outros aparelhos da marca, com a traseira feita em um plástico que imita couro. Uma de suas principais novidades é a uma interface em blocos, que lembra a do Windows Phone. Mais simples, é um avanço em relação às "skins" cheias de efeitos e texturas de sistemas anteriores da marca, mas falta consistência em seu design. Ao invés de apostar totalmente no novo conceito, a empresa sul-coreana mesclou o rosto tradicional de seus telefones Android com a nova sistema em blocos. Mesmo assim, alimentado por um hardware potente (processador Snapdragon 800 e 3 Gbytes de RAM), o aparelho é muito rápido e não tem problema algum para executar aplicativos e jogos pesados.

Ainda em relação ao software, a função multi-tarefas presente em outros tablets da marca foi aprimorada para a tela grande e agora permite usar até quatro aplicativos ao mesmo tempo.
É interessante, mas mal acabada. Como os aplicativos de Android são desenvolvidos por terceiros sem o recurso em mente, o redimensionamento para que caibam ao mesmo tempo na tela é atrapalhado e a usabilidade é bastante prejudicada. A câmera, por fim, não se destaca. Em testes rápidos feitos pela Folha de S.Paulo em um ambiente com iluminação artificial, mas abundante, as imagens ficaram com ruído e pouco nítidas.
 

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?