sexta, 20 de julho de 2018

Suspeitos vão comandar CPI contra Artuzi

29 SET 2010Por 20h:36

Fábio Dorta, Dourados

Dois vereadores presos na Operação Uragano da Polícia Federal foram escolhidos em sessão realizada na manhã de ontem na Câmara Municipal de Dourados para ocupar os cargos de presidente e relator da Comissão Processante (CP), criada para abrir processo de impeachment por corrupção contra o prefeito Ari Artuzi (sem partido). Dos 12 vereadores que compõem atualmente o legislativo, o único que não compareceu à sessão foi Sidlei Alves (DEM), que continua preso.
A CP será presidida por José Carlos Cimatti (PSB) e terá como relator Marcelo Barros (DEM). Os dois estavam no grupo de nove vereadores presos no dia 1º de setembro, sob a acusação de terem recebido propina para votar projetos de interesse do poder executivo. O outro integrante será Aparecido Medeiros (DEM).
Medeiros era suplente e assumiu recentemente o cargo em substituição a Idenor Machado, também do Democratas, que pediu licença ao ser convocado pelo juiz prefeito Eduardo Machado Rocha para comandar a Secretaria Municipal de Educação. Idenor já era suplente de Paulo Henrique Bambu (DEM) outro preso na operação da PF, mas que está licenciado.

Prazos e protestos
De acordo com a presidente da Câmara, Délia Razuk (PMDB), os integrantes têm prazo de cinco dias para iniciar e de 90 dias para concluir os trabalhos. Quando for notificado pela Comissão Processante, o prefeito terá dez dias para apresentar a defesa. Para que ele seja cassado em plenário são necessários dois terços dos votos, ou seja, oito dos 12 vereadores teriam de votar pela cassação.
A escolha de Cimatti e Barros provocou a reação de manifestantes que lotaram a Câmara para acompanhar a sessão e exigiam o afastamento de todos os vereadores presos ou denunciados na Operação Uragano.
A presidente da Câmara acredita que a situação não vai interferir nos trabalhos da Comissão Processante. “Eu acho que daqui para frente o que vai valer são os atos dos vereadores (que compõem a CP)”, afirmou Délia.

Leia Também