sexta, 20 de julho de 2018

Suspeita de gripe faz desembarque atrasar em quase uma hora em Cuiabá

9 MAI 2009Por 22h:15
     

        Da redação

        Um passageiro do vôo 1636, da companhia aérea Gol, saído de Brasília, chegou a Cuiabá neste sábado com suspeita de ter contraído a gripe suína, o que acabou atrasando o desembarque por cerca de 1h. Segundo relato da Infraero, o homem tossia muito durante a viagem, o que levou os outros passageiros a comunicar o fato à tripulação.

        

        Tão logo a avião pousou em Cuiabá o homem foi encaminhado a um hospital pela equipe da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os demais passageiros preencheram formulários e tiveram sua situação checada antes de desembarcar.

        Neste sábado, a Anvisa aumentou a fiscalização contra a gripe suína e faz avaliações em todos os passageiros que chegarem ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro procedentes de países onde há registro da doença.

        Segundo informações do ministério da Saúde, há seis casos de gripe suína no País e mais 30 suspeitos ainda são avaliados.

        

        O que é a gripe suína
        É uma doença respiratória que atinge porcos causada pelo vírus influenza tipo A, que tem diversas variantes. Algumas das mais conhecidas são a H1N1, a H2N2 e a H3N2.

        A gripe suína geralmente não atinge os humanos, e até então eram raros são os casos de contágio de pessoa para pessoa. A contaminação ocorre da mesma forma que a gripe comum, por meio de perdigotos (gotículas de saliva) lançados na tosse e espirros.

        Sobre o recente surto que teve origem no México, a Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou que alguns dos casos registrados são formas não conhecidas da variedade H1N1 do vírus Influenza A.

        Ele é geneticamente diferente do vírus H1N1 que vem atacando humanos nos últimos anos e contém DNA associado aos vírus que causam as gripes aviária, suína e humana, incluindo elementos de viroses européias e asiáticas. (informações do Terra)

Leia Também