Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SEM CONFRONTO

Superclássico das Américas é cancelado

Superclássico das Américas é cancelado
09/08/2013 15:27 - FOLHA PRESS


O Superclássico das Américas de 2013, que inclui duas partidas entre Brasil e Argentina, foi cancelado. Os jogos estavam programados para acontecer em setembro e outubro. O "torneio", no entanto, deve voltar a ser realizado em 2014. O Superclássico reúne apenas jogadores que atuam no Brasil e na Argentina.

No final de junho, o técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, havia pedido ao presidente da CBF, José Maria Marin, o cancelamento do torneio. Felipão acredita que teria que chamar muitos jogadores que não estão nos seus planos para a Copa do Mundo.

A seleção brasileira venceu as duas últimas edições do Superclássico das Américas, em 2011 e 2012. No ano passado, o Superclássico teve a decisão adiada por causa da falta de energia elétrica no estádio Centenário, em Resistência, na Argentina.

O confronto foi realizado no mês seguinte em Buenos Aires. Comandada então por Mano Menezes, a seleção venceu nos pênaltis.

O Superclássico é organizado pela Klefer, empresa de marketing esportivo de Kleber Leite, empresário e amigo de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF. Leite foi o candidato apoiado por Teixeira na eleição à presidência do Clube dos 13, em 2010. Tinha como vice Andres Sanchez, então presidente do Corinthians, ex-diretor de seleções da CBF.

Os dois foram derrotados por Fábio Koff e Juvenal Juvêncio, mas, um ano depois, conseguiram implodir a entidade, com o apoio do próprio Teixeira. 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?