Suicida explode micro-ônibus no Iraque e causa 34 mortes

Suicida explode micro-ônibus no Iraque e causa 34 mortes
09/03/2014 17:00 - agência brasil


Um homem-bomba detonou hoje (9) um micro-ônibus carregado de explosivos em horário de pico em um posto de controle no Iraque. A explosão causou a morte de 34 pessoas e provocou ferimentos em 137. Entre os mortos, estão cinco policiais, duas mulheres e cinco crianças. A televisão estatal Iraqiya informou que dois dos seus empregados morreram na explosão.

O atentado ocorreu num momento de grande fluxo de carros, na entrada norte da cidade de Hilla, 95 quilômetros ao sul da capital, Bagdá. O balanço anterior apontava 21 mortos.

O Iraque enfrenta um aumento da violência sectária e de ataques terroristas, que, no ano passado causaram a morte de mais de 8.800 pessoas, das quais 7.818 eram civis, segundo levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU).

A violênciano país chegou a níveis que já não se verificavam desde 2008 e tem sido impulsionada sobretudo pelo descontentamento generalizado entre a minoria árabe sunita e pela guerra civil na vizinha Síria.

"Eu vi um enorme incêndio que atingiu todo o posto de controle e destruiu muitos carros nas proximidades. Muitas pessoas não conseguiram sair dos carros devido à pressão da explosão, que derreteu os fechos das portas", relatou um dos sobreviventes Salam Ali, na cama do hospital de Hilla, onde deu entrada com ferimentos no peito e em uma das mãos.

Outra testemunha, de 18 anos, Kadhim Abdulhussein, contou que viu pedaços de metal do posto de controle espalharem-se por dezenas de metros.

Neste domingo foram divulgadas ainda informações sobre outros atentados ocorridos no Iraque. Um deles foi a explosão de uma bomba contra um comboio onde seguia a deputada Nahda al Daini, da aliança de oposição Unidos, na cidade Al-Meqdadiya, na província ocidental de Diyala. A explosão feriu dois guarda-costas da deputada e dez transeuntes. A deputada e un irmão saíram ilesos porque viajavam em um carro blindado.

Outro ataque ocorreu na cidade de Al Tuz, ao norte da capital, onde um grupo de homens armados instalou um posto de controle falso e disparou contra uma empresa petrolífera. Três funcionários da empresa morreram e três ficaram feridos no ataque, que ocorreu quando eles se dirigiam à sede da companhia, Kirkuk.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".