quinta, 19 de julho de 2018

Sucessão no PT nas mãos de Lula

30 MAI 2009Por 18h:01
     

        Da redação

        Sobrevivente de uma sucessão de crises que dizimaram o núcleo duro do governo, o antigo Campo Majoritário do PT ainda aguarda o sinal verde do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para lançar a candidatura do chefe de gabinete Gilberto Carvalho ao comando do partido. O problema é que Lula resiste ao pedido, aumentando o racha na seara petista.
        Enquanto o grupo do presidente prega a união em torno do nome apoiado pelo governo, sob o argumento de que o favorito precisa desse passaporte para coordenar a campanha da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) ao Planalto, em 2010, outras alas criticam a síndrome da dependência de Lula.
        Com receio de que Lula não dê aval para Carvalho deixar o gabinete, dirigentes do PT começaram a sondar para o cargo o presidente da BR Distribuidora, José Eduardo Dutra. "Eu sou o legítimo plano B", brincou Dutra, que é ex-senador. "Estou muito satisfeito na minha atual função, mas disse aos companheiros que, se Gilberto não puder ser candidato e eu puder agregar, estou à disposição." (informações da Agência Estado)
        

Leia Também