Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

SUL-AMERICANO

Sub-17 é pressionada, mas segura empate com Uruguai

29 MAR 2011Por g100h:00

Se a goleada com reservas por 5 a 1 sobre a Colômbia, na última sexta-feira, renovou a esperança da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-17, a estreia no hexagonal final tratou de esfriar os ânimos. Com um futebol pobre e um a menos durante metade do segundo tempo, o Brasil foi pressionado, mas conseguiu segurar um empate por 0 a 0 com o Uruguai, nesta segunda-feira, na altitude de 2.759 metros de Latacunga, no Equador.

O resultado é ótimo para a Argentina, única a vencer na rodada de abertura. Os hermanos fizeram um magro 1 a 0 no Paraguai, com gol de Benítez, aos 30 minutos da etapa final, e ainda viram Equador e Colômbia também empatarem sem gols. Vale lembrar que a competição classifica os quatro melhores para o Mundial da categoria e os Jogos Pan-Americanos, ambos no México, no segundo semestre.

A equipe do técnico Emerson Ávila volta a campo na próxima quinta-feira, às 22h10 (de Brasília), contra a Colômbia, agora em Quito. O duelo já aconteceu pela fase de grupos, na última sexta, com vitória brasileira por 5 a 1. Argentina x Uruguai, às 17h50, e Equador x Paraguai, às 20h, completam a segunda rodada.

Sem criatividade, a Seleção Brasileira viu seus melhores jogadores tentarem resolver na individualidade. O meia Adryan, do Flamengo, e o atacante Lucas Piazon, do São Paulo e vendido recentemente ao Chelsea, não tiveram a mesma sintonia de outrora e esbarraram na grande atuação da defesa uruguaia. A melhor chance veio em um desvio de Piazon, aos 2 minutos da etapa final.

O Brasil, por sua vez, protagonizou momentos de muita insegurança principalmente por parte da zaga. Em um deles, o zagueiro Josué, do Vitória, foi expulso, aos 19 minutos do segundo tempo. Ao receber um recuo, ele se atrapalhou e transformou um chutão em uma agressão à canela do uruguaio Mascia. Por sorte, a falta foi cobrada para fora e a Celeste esbarrou em sua própria incompetência ao não tirar o zero do placar.

Leia Também