Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Stock Car deve ter decisão emocionante neste domingo

6 DEZ 2008Por 10h:50
     

                 

                Não é só no futebol que um campeonato chega à última rodada com os líderes separados por uma pequena diferença. Na Stock Car, apenas um ponto separa Ricardo Maurício (Medley/W.A. Mattheis) de Marcos Gomes (Medley/A. Mattheis): 286 a 285. Um dos dois será o campeão da temporada, definido na corrida que tem largada neste domingo, às 11 horas de Brasília, em Interlagos, com transmissão da TV Globo.
                Apesar da vantagem de Maurício na tabela de classificação, o retrospecto na pista paulistana este ano é muito mais favorável a Gomes. O piloto largou em sexto lugar e venceu a abertura do calendário. Em maio, saiu na pole position e ganhou pela segunda vez. Maurício tem como característica a regularidade: partiu e chegou na quarta posição nas duas provas.
                
                Gomes tem outra particularidade. O filho mais novo de Paulo Gomes pode ser o campeão mais jovem da Stock Car: completou 24 anos em julho. Atualmente, a marca pertence a Giuliano Losacco, que tinha 27 ao conquistar o título em 2004. Ricardo Maurício fará 30 anos em janeiro.
                Antes da corrida deste domingo, os dois rivais mostraram diplomacia e cautela. "Marquinhos sempre vai muito bem aqui", reconheceu Maurício. "O Ricardo teve problemas nas últimas provas em Interlagos, mas tenho certeza que será competitivo desta vez", avaliou Gomes.
                Fora da briga pelo título, a corrida terá muitas particularidades além da despedida de Ingo Hoffmann. Antônio Pizzonia resolveu fazer uma homenagem ao Corinthians, colocando os dizeres "Eu voltei! Agora pra ficar" em seu carro. Cacá Bueno fraturou o rosto em uma partida beneficente, mas vai competir. "Ainda dói um pouco, mas estou bem e vou correr".
                
                A conta para o título é simples: Gomes precisa terminar na frente de Maurício e, no máximo, na quinta colocação. A partir do sexto lugar, como as diferenças até o 15.º são de apenas um ponto, o maior número de vitórias - 5 a 2 - favorece Maurício nos critérios de desempate.

                 

                Com informações do Estadão

Leia Também